sábado, 30 de março de 2013

Nova quadra de futebol possibilita a prática de esportes e mais qualidade de vida

Informar boas notícias já está se tornando rotineiro no Hospital Severino lopes. E durante o último
mês de março não poderia ser diferente: foi inaugurada a quadra de futebol de salão na área de recreação do hospital. A quadra esportiva já está em pleno funcionamento.
Todos os dias de manhã os usuários do hospital participam de atividades físicas e jogam bola sob a supervisão do professor de Educação Física Ilton Alves.
No final das atividades físicas os participantes aindam podem se deliciar com um refrescante banho de ducha, no chuveiro instalado ao lado da quadra.
Essas ações que vem sendo desenvolvidas dentro da instituição visam uma maior qualidade de vida dos usuários, que durante o tratamento tem a oportunidade de manter uma vida saudável com a prática das atividades físicas.
Além dos usuários do hospital, a quadra também vem servido para o lazer e integração dos funcionários que vem se reunindo para jogar futebol após o expediente no encerramento da semana de trabalho.

Acompanhe, a seguir, as imagens do novo espaço:





quarta-feira, 20 de março de 2013

Dia da Poesia é comemorado com recital e música

Para comemorar o Dia da Poesia(14/03), os  pacientes do Hospital Severino Lopes criaram belas poesias,durante atividade promovida, no último dia 15 de março. A atividade foi coordenada pelo profº. de Educação física Ilton  e o Setor Terapia Ocupacional com o tema “Pra Falar de Poesia”.  O principal objetivo da iniciativa foi incentivar o gosto pela leitura.  O evento começou com músicas e elaboração de textos de autoria própria dos pacientes, aproveitando também para homenagear o dia Internacional da Mulher.


 A atividade foi encerrada com o concurso de poesia e entrega dos brindes aos ganhadores.


O dia da Poesia foi criado em homenagem a Antonio Frederico de Castro Alves, poeta brasileiro nascido em 14 de março de 1847. Ele ficou conhecido como o poeta dos escravos, por ter lutado arduamente pela abolição da escravatura no Brasil.

Confira abaixo as fotos do evento:



















terça-feira, 19 de março de 2013

Hospital realiza parceria com coordenador do Fórum Estadual de Políticas sobre droga para promoção de Curso de Capacitação

Com o objetivo de realizar uma parceria para viabilizar curso de capacitação em depedência química para profissionais de saúde, a equipe interdisciplinar do Hospital Severino Lopes se reuniu, no último dia 12 de março, com o coordenador do Fórum Estadual de Políticas sobre drogas, Prof.º João Maria. Estiveram presentes na reunião além do coordenador, o Enfermeiro Geraldo, a Assistente Social Jacqueline Lopes, a psicólogia Sandra Uchôa e o Técnico de Enfermagem Pedro Salustiano,  idealizador do Projeto.

A reunião foi bastante produtiva. O prof.º João Maria aprovou a parceria e propôs um novo encontro, a ser confirmado a data, com a presença da Dra. Edileuza Paiva, coordenadora do Programa Amor Exigente, para orientação na construção da grade do curso.

O curso visa capacitar profissionais de saúde que já atuam nessa área sobre o uso indevido de drogas, prossibilitando a aquisão e o aprofundamento de conhecimentos teóricos e práticos para o desenvolvimento de habilidades no planejamento, organização, supervisão e atuação no acolhimento e tratamento de usuários de substâncias psicoativas. Abordará ainda de forma clara e prática as características das drogas: onde agem, mecanismos de ação, dependência, consequências das drogas para o organismo, identificar os fatores desencadeadores, a ética do cuidado, encontrar alternativas que possuam uma abordagem terapêutica e psicossocial, bem como conhecer a legislação vigente.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Hospital Severino Lopes incentiva a leitura como terapia

 Quem possui o hábito de ler, sabe que a leitura de um bom livro pode servir como uma boa terapia, proporcionando momentos prazerosos. Os livros nos revelam as emoções dos personagens, novas experiências, são fonte de conhecimento, contribuíndo para aliar alegria ao tratatamento. Estudos recentes dizem que a liberação da emoção através da leitura produz uma reação de alívio da tensão e purifica a psique, com valor terapêutico.

Pensando assim, o Hospital Severino Lopes vem incentivando os pacientes a utilizarem a biblioteca da instituição. A atividade é organizada pela equipe de enfermagem, contando com o apoio do voluntário Pedro Salustiano, técnico de enfermagem.

Os livros lidos pelos pacientes são de temas variados:  poesias, romance, auto-ajuda, religião, revistas informativas, entre outros. Procura-se criar um ambiente agradável, climatizando e, inclusive, sendo disponibilizado um lanche com suco e biscoitos oferecidos pelo Setor de Nutrição.

A idéia vem recebendo uma boa adesão pelos pacientes que tem lotado o espaço de leitura. A animação é visível no olhar sereno e sorriso aberto dos que participam dessa atividade.

Biblioterapia

Não trata-se de algo novo, apesar de pouco utilizados os livros como terapia auxiliar
 ao tratamento psiquiátrico já são indicados por estudiosos desde a metade do século passado. Segundo
Kenneth Appel (1947)
a biblioterapia pode levar o indivíduo a: adquirir informação sobre a psicologia e a fisiologia do comportamento humano; capacitar o indivíduo a se conhecer melhor; criar interesse em algo exterior ao indivíduo; proporcionar a familiarização com a realidade externa; provocar a liberação dos processos inconscientes; oferecer a oportunidade de identificação e compensação; clarificar as dificuldades individuais; realizar as experiências do outro para obter a cura e auxiliar o indivíduo a viver mais efetivamente.

Confira abaixo as fotos da atividade:


 
 
















Sete dores que não devem ser menosprezadas

Elas avisam: algo está errado. Mas preferimos pensar que vão passar depressa a procurar um médico. É aí que muitas vezes damos de cara com o perigo. Saiba como escapar de um engano
por Débora Didonê | design Thiago Lyra

Levante a mão quem nunca se automedicou por causa de uma dor. É corriqueiro achar que ela é um mal passageiro, entupir-se de analgésico e esperar até ela se tornar insuportável para ir ao médico. Estudos indicam que 64% dos brasileiros tentam se livrar da sensação dolorosa sem procurar ajuda. Foi assim com a auxiliar de dentista Antônia Sueli Ferreira, 45 anos, de São Paulo. "Tomei muito remédio durante três meses por causa de cólicas fortíssimas e do que parecia ser uma lombalgia. Só depois fui ao médico. E então descobri que tinha um câncer colorretal. Tive de ser submetida às pressas a uma cirurgia. Por sorte, estou bem", conta. Segundo o cirurgião Heinz Konrad, do Centro para Tratamento da Dor Crônica, em São Paulo, "a dor é um mecanismo de proteção que avisa quando algo nocivo está acontecendo". A origem do malestar? Eis a questão — e, para ela, precisamos ter sempre uma resposta. "Na dúvida, toda dor precisa ser checada, ainda mais aquela que você nunca sentiu igual", aconselha o cardiologista Paulo Bezerra, do Hospital Santa Cruz, em Curitiba. Aqui, selecionamos sete dores que você nunca deve ignorar. 

Dor de cabeça 
Dos 10 aos 50 anos, ela geralmente é causada por alterações na visão ou nos hormônios — esta, mais comum entre as mulheres. E esses são justamente os casos em que a automedicação aumenta o tormento. "Isso porque, quando mal usado, o analgésico transforma uma dorzinha esporádica em diária", avisa o neurocirurgião José Oswaldo de Oliveira Júnior, chefe da Central da Dor do Hospital A.C. Camargo, em São Paulo. Acima dos 50 anos, as dores de cabeça merecem ainda mais atenção: é que podem estar relacionadas à hipertensão

Dor de garganta 
Costuma ser causada pela amigdalite de origem bacteriana ou viral. "Se não for tratada, a amigdalite bacteriana pode exigir até cirurgia", alerta o otorrinolaringologista Marcelo Alfredo, doHospital e Maternidade Beneficência Portuguesa de Santo André, na Grande São Paulo. A do tipo viral baixa a imunidade e, em 10% dos casos, vira bacteriana. Portanto, pare de banalizar essa dor. Se ela parece nunca ir embora, abra os olhos: certos tumores no pescoço também incomodam e podem ser confundidos, pelos leigos, como simples infecções. 

Dor no peito 
"Quando o coração padece, a dor é capaz de se espalhar na direção do estômago, do maxilar inferior, das costas e dos braços", descreve o cardiologista Paulo Bezerra. Em geral, isso acontece quando o músculo cardíaco recebe menos sangue devido a um entupimento das artérias. "A sensação no peito é como a de um dedo apertado por um elástico. E piora com o estresse e o esforço físico", explica Bezerra. Não dá para marcar bobeira em casos assim: o rápido diagnóstico pode salvar a vida.

Dor nas pernas 
Muita gente não hesita em culpar as varizes — às vezes injustamente. "A causa pode ser outra", avisa a fisiatra Lin Tchia Yeng, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Uma artrose, por exemplo, provoca fortes dores nos pés e nos joelhos. Se não for tratada, piora até um ponto quase sem retorno. "Em outros indivíduos a dor vem das pisadas", explica Lin. "É quando há um erro na posição dos pés ou se usam calçados inadequados." Sem contar doenças como hipotireoidismo e diabete, que afetam a circulação nos membros. "Há medicamentos específicos para resolver a dor nesses casos", diz a reumatologista Solange Mandeli da Cunha, do Centro de Funcionalidade da Dor, em São Paulo. 

Dor abdominal 

Uma dica: o importante é saber onde começa. Uma inflamação da vesícula biliar começa no lado direito da barriga, mas tende a se irradiar para as costas e os ombros. Contar esse trajeto ao médico faz diferença. "Se a pessoa não for socorrida, podem surgir perfurações nessa bolsa que guarda a bile fabricada no fígado", diz o cirurgião Heinz Konrad. Nas mulheres, cólicas constantes — insuportáveis no período menstrual — levantam a suspeita de uma endometriose, quando o revestimento interno do útero cresce e invade outros órgãos. "Uma em cada dez mulheres que vivem sentindo dor no abdômen tem essa doença", calcula a anestesiologista Fabíola Peixoto Minson, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. 

Dor nas costas 
A má postura e o esforço físico podem machucar a coluna lombar. "É uma dor diária, causada pelo desgaste físico e pelo sedentarismo", diz o geriatra Alexandre Leopold Busse, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Conviver com o tormento? Essa é a pior saída. A dor nas costas, além de minar a qualidade de vida, pode escamotear o câncer no pâncreas também. "No caso desse tumor, surge uma dor lenta e progressiva", ensina a fisiatra Lin Tchia Yeng. Por precaução, aprenda que a dor nas costas que não some em dois dias sempre é motivo de visitar o médico. 

Dor no corpo 

Se ele vive moído, atenção às suas emoções. A depressão, por exemplo, não raro desencadeia um mal-estar que vai da cabeça aos pés. "O que dá as caras no físico é o resultado da dor psicológica", diz Alaide Degani de Cantone, coordenadora do Centro de Estudos e Pesquisas em Psicologia e Saúde, em São Paulo. "Quem tem dores constantes aparentemente sem causa e que vive triste, pessimista, sem ver prazer nas coisas nem conseguir se concentrar direito pode apostar em problemas de ordem emocional", opina o psiquiatra Miguel Roberto Jorge, da Universidade Federal de São Paulo. E, claro, essas dores que no fundo são da alma também precisam de alívio.

Retirado de: saude.abril.com.br/

quinta-feira, 14 de março de 2013

Setor de Psicologia continua atividades com o grupo de familiares



O grupo de familiares é uma atividade do Programa de Atenção às Famílias do Hospital Severino Lopes, ocorre todas terças e quintas-feiras às 14 horas. Tem o objetivo amplo de dar suporte emocional e informativo aos familiares, assim como integrá-los positivamente ao acompanhamento do familiar internado, adquirindo estratégias e recursos de convivência para este momento e para o pós alta.

Nesta quinta-feira foi enfocada a questão da esquizofrenia em relação às causas e fatores mantenedores. Dando maior ênfase ao fator importante no tratamento das deficiências psiquiátricas crônicas, que é o nível geral de atividade e estimulação ao qual o paciente está exposto. Trabalhando também as expectativas reais versus ideais dos familiares em relação ao seu familiar internado.




Bazar Solidário do Hospital Severino Lopes

Nesta quinta-feira está acontecendo o Bazar Solidário do Hospital Severino Lopes, são várias peças de roupas femininas e masculinas, além de acessórios com preços bem acessíveis. Venha conferir! O bazar está acontecendo nas quintas-feiras quinzenalmente, na sala próxima ao serviço social.





segunda-feira, 11 de março de 2013

Caminhar diariamente por 30 minutos reduz risco cardíaco em até 30%


Do G1, em São Paulo
Publicado em 26 de Fevereiro de 2013
Caminhada (Foto: Arte/G1)Para se movimentar não é preciso frequentar a academia, ser sócio de clube ou ir à praia. Caminhar com regularidade é uma forma simples e grátis de evitar doenças cardíacas.
Mais importante que ter treinamento, é a frequência: de 5 a 7 dias por semana, durante 30 minutos. Com isso, o risco de ataque do coração cai mais de 30%. Idosos com mais de 75 anos que caminham sempre têm até 45% menos chances de infarto.
O Bem Estar desta terça-feira (26) recebeu os cardiologistas Roberto Kalil e Nabil Ghorayeb, que destacaram os benefícios e as indicações desse exercício, que oxigena o sangue e diminui o colesterol ruim (LDL). Segundo os médicos, sentir falta de ar, indisposição ou tontura durante a atividade pode ser um sinal de alerta.
Por ano, 315 mil brasileiros morreram por doenças do aparelho circulatório – mais da metade delas por hipertensão. Os médicos destacaram o que ocorre com os vasos sanguíneos e a pressão de uma pessoa sedentária. A prática esportiva limpa o organismo e deixa o sangue fluir.














Acesse para conferir a reportagem completa: g1.globo.com/bemestar/

sexta-feira, 8 de março de 2013

Técnico de Enfermagem do Hospital Severino Lopes elabora homenagem às mulheres


O técnico de Enfermagem, Pedro Salustiano, solicitou a divulgação de mensagem que elaborou homenagem às mulheres pela passagem do dia Internacional. Acompanhe, a seguir, as suas belas palavras:

08 de Março

Dia Internacional da Mulher


Ser mulher é um mister de sabedoria, sensibilidade e afetividade.
Ser mulher é refletir o que há de mais nobre na criação,
é a alegria do própria do ser,
é enfergia infinita,
Luz que brilha incessantemente nos corações ávidos em busca de
felicidade plena;
Ser divino criado como um presente de Deus, para emoldurar nossa vida
assim como um artista faz com sua obra ou fotografia dando lhe qualidade.
Assim é a mulher na vida dos que tem o privilégio de tê-las.
Ser mulher é encher de prazer o coração do homem que sabe
reconhecer o verdadeiro valor desta joia preciosa que lhe é presenteado.
Sábio é quem cuida com carinho, conquistando-lhe todos os dias como se
fosse sempre o primeiro dia de amar-lhe.
Ser mulher,
Obrigado por você existir, parabéns não só por este dia, mas, por todos
os dias que você embeleza nossas vidas.
 
 

Pedro Salustiano
Téc. de Enfermagem

Hospital Severino Lopes comemora Dia das Mulheres com uma semana inteira de festividades


Com o objetivo de homenagear às mulheres, o Hospital Severino Lopes está promovendo uma semana inteira de atividades alusivas ao Dia Internacional das Mulhers (08) de março. Os eventos inciaram nessa segunda(04) de março com uma roda de conversa, no auditório da instituição, coordenado pelo setor de enfermagem e psicologia.
Nessa Roda a enfermeira Katyanne apresentou o histórico do Dia Interancional da Mulher e falou sobre os cuidados necessários à saúde das mulheres. Na seguência das atividades desse dia, as mulheres assistiram ao filme "Divã" que aborda o universo feminino e a busca pelo auto-conhecimento.
 
Na terça-feira (05) foi realizada uma oficina, com as pacientes do setor feminino, na terapia ocupacional de elaboração de cartazes, frases, poemas. Os trabalhos foram expostos na recepção do hospital estando abertos a visitação. Essa atividade possibilitou a expressão de sentimentos e pensamentos e visou a valorização do papel da mulher na sociedade.
"Saúde da mulher e nutrição", foi o tema abordado na quarta-feira(06) através de palestra ministada pela nutricionista Sandra Luziane. As participantes tiveram oportunidade de tirar dúvidas sobre alimentos saudáveis e recomendáveis para se manter a saúde da mulher.
Já a manhã da quinta-feira(07) foi dedicada ao lazer com realização de brincadeiras e gincanas para as mulhers, promovidas pelo setor de Educação Física . As atividades foram coordenadas pelo profº de Educação Física Ilton. As participantes estavam bastante animadas e participaram ativimentes das atividades propostas.
 
 
Pensando em não deixar as familiares de fora da discussão do tema, ainda, na quinta-feira (07), no auditório da instituição aconteceu uma Roda de Conversa sobre o tema "Saúde da Mulher e Nutrição". O evento contou com participação dos setores de enfermagem, psicologia e nutrição. Além da presença das mulheres integrantes das famílias dos pacientes, a platéia ainda contou com a presença de um grupo de visitantes das escolas de enfermagem, um grupo constituído em sua maioria por mulheres.
 
 
Encerramento
 
Para encerrar com chave de ouro as homenagens às mulheres o Hospital Severino Lopes promove hoje(08) de março, dia internacional da mulher uma tarde musical na área de recreação da instituição. O evento pretende ser um momento de alegria e festa para as mulheres que são dignas de todo o nosso carinho e respeito. A atividade inicia por volta das 14h30 com encerramento previsto por volta das 16h. Durante a festividade será distribuído um lanche para as presentes.
 
Confira, a seguir, mais algumas fotos das atividades:
 









 
 

Postagens populares